Rosas de maçã

Hoje continuamos com nossas receitas de Rosh Hashaná. E vamos aproveitando para estudar os simbolismos das nossas comidas. Sem querer fazer trocadilho, mas já fazendo, Rosh Hashaná é um prato cheio para isso.
E qual a melhor forma de desejar um Shana Tova U’Metukah – um bom e doce ano novo – na hora do jantar, do que comer um dos alimentos mais doces da natureza? Para os asquenazim em particular, as maçãs são o acompanhamento icônico do mel.
Romãs – O rimon, ou a romã, é especial ! É uma das Sete Espécies de Israel e assim como os frutos estão cheios de sementes, esperamos estar igualmente repletos de méritos no próximo ano.

Cenoura, em hebraico, é Gezer. O som se parece muito com g’zar, a palavra hebraica para decreto. Comemos cenouras porque desejamos que D’us anule quaisquer decretos negativos contra nós. Curiosamente, as palavras em iídiche para “cenouras” e “multiplicar” – mern e mer, respectivamente – são muito semelhantes. Assim, entre os ashkenazim, comemos cenoura porque queremos que nossas mitzvot se multipliquem, assim como as brachot que Hashem nos manda.
Um acompanhamento clássico em Rosh Hashaná é o delicioso ensopado de cenouras com mel, conhecido como Tzimes.
Costumamos evitar coisas temperadas com vinagre. Dê preferência ao uso de limão.
Sei que muita gente serve guefilte fish com raiz forte. Porem comemos raiz forte em Pessach para lembrar a amargura no Egito. E certamente não queremos isso no ano novo. Melhor preparar o chrein usando gengibre.
Nozes também não devem ser ingeridas nestes dias. Um dos motivos é que o valor numérico da palavra egoz (noz) corresponde ao da palavra chet (pecado) sem o alef.
Comemos cabeça de peixe para sermos sempre a cabeça e não o rabo. Em outras palavras, devemos avançar e progredir no próximo ano, em vez de seguir ou permanecer na retaguarda.

O feijão fradinho está relacionado ao aumento de nossos méritos e virtudes.
Alho-porro, acelga ou espinafre
A palavra para alho-porro está relacionada com a palavra kareyt, que significa cortar. Queremos que aqueles que desejam nos ferir serão cortados.

Rosas de maçã

ingredientes
1 folha retangular de massa folhada pronta
2 maças Fuji ou maçãs vermelhas
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de oleo
Geleia

Modo de preparo
Ao contrario de todas minhas receitas, essa não é facilima. Mas tambem não é dificil, só precisa de um pouco de jeito.

Lave bem as maçãs, corte-as em quartos e remova as sementes. Corte cada quarto de maçã em fatias finas, se possivel com o mandolim, se vc não tiver, com a faca. Esprema alguams gotas de limão sobra elas.
Em uma frigdeira, aqueça o oleo e coloque as fatias de maçã com o açúcar por 5 minutos em fogo baixo.
Pré-aqueça o forno a 200 ° C.
Corte a massa folhada em tiras um pouco longas (dependerá do tamanho da suas forminhas. Espalhe um pouco de geléia em cada tira de massa folhada.
Pegue formas de empada e unte com oleo. Coloque as tiras de massa foheada em pé e comece a enrolar, encaixando as fatias de maçã enquanto enrola. Tente deixar a parte com casca para cima. Você faá um caracol, recheado de petalas de maçã.

Asse em forno pré-aquecido por 30 minutos aproximadamente. Polvilhe com um pouco de açucar de confeiteiro quando estiver pronto.

Comente